Blog

Nossos Destaques

A tecnologia a favor da sustentabilidade no uso de agrotóxico

Você provavelmente já ouviu ou leu em algum lugar sobre sustentabilidade. O termo sustentabilidade é muito amplo e está cada vez mais difundido na sociedade. Significa utilizar os recursos que a natureza oferece, da maneira mais eficiente e eficaz possível, de forma econômica, buscando o menor impacto ao equilíbrio entre o meio ambiente e o modo de vida humano.

Cada vez mais pessoas se identificam com os ideais sustentáveis e os incorporam em suas vidas. Isso torna as pessoas mais exigentes quanto ao consumo de produtos agrícolas. Na agricultura não é diferente, sustentabilidade vem sendo cobrada com o intuito de minimizar os danos ao meio ambiente e a comercialização de produtos saudáveis para a mesa do consumidor.

A agricultura tem um papel importante na alimentação do mundo, haja vista, que a população vem aumentando e assegurar esse direito básico preservando os recursos naturais se torna um desafio. Desde a década de 60 a intensificação da produção e uso de tecnologias no campo auxiliam na obtenção de altas produtividades. O uso de agrotóxicos é uma das ferramentas utilizadas para tal propósito. O clima tropical do Brasil contribui para o surgimento de inimigos das plantações, por isso somos um dos maiores consumidores de agrotóxico do mundo.

Agrotóxicos são produtos que agem tanto em processos físicos, químicos ou biológicos, utilizados como desfolhantes, dessecantes, estimuladores e inibidores de crescimento, tendo a finalidade de preservar a flora e a fauna da ação danosa de seres vivos considerados nocivos, podendo atuar desde os setores de produção, armazenamento e beneficiamento de produtos agrícolas (Lei Federal 7.802 de 11.07.89). Essa tecnologia é primordial para a defesa das lavouras e consequente manutenção de altas produtividades. O ponto principal é como utilizar essa tecnologia de forma eficiente diminuindo os impactos ao meio ambiente.

A aquisição do agrotóxico está restritamente ligada a sua real necessidade. O profissional faz o diagnóstico e através da receita agronômica prescreve, com as devidas orientações para preparação e aplicação, o produto. Utilização de defensivos registrados, boas condições dos aparelhos de aplicação, respeitar aspectos como o ambiente de aplicação, sem muito vento ou calor excessivo, seguir rigorosamente o período de carência, aquisição de produtos devidamente alinhados com sua o parecer profissional e destinação correta das embalagens são essenciais para uso eficiente e consciente. Estas informações devem ser acessíveis ao produtor de forma clara e objetiva.

Estudos recentes apontaram alternativas e produtos que minimizam os impactos ambientais, o progresso da tecnologia no setor agrícola estimula ainda mais os produtores a usarem os agrotóxicos de forma consciente e correta. Desta forma há tecnologias que auxiliam nesse procedimento, sendo importante instrumento para o uso consciente.

Softwares de gestão e geração de receitas agronômicas apresentam conteúdo relevante para sua emissão. Seu conteúdo estruturado e dinâmico, com todas as informações de aplicação, dosagem, época e modo de aplicação, que seguem fielmente a bula do produto, orientam como o produto deve ser usado e as precauções necessárias quanto a proteção dos usuários. Estes softwares possibilitam uma ampla pesquisa sobre os produtos que tem no mercado auxiliando os profissionais em suas consultorias, personalizando a prescrição de produtos atendendo as exigências ambientais e legais.

A tecnologia e a pesquisa são as armas para uma agricultura mais sustentável e comprometida com o meio ambiente. É com o desenvolvimento que solucionaremos problemas de cunho ambiental e facilitaremos o acesso de produtores a técnicas mais conscientes e eficientes.

Hérica André da Silva, Customer Success na Startup Receituário Agronômico.